17/03/06

Caracol de casa às costas




Pois é... isto de mudar de casa, sem saber por quanto tempo, sem saber o que vamos encontrar, sem saber como nos vamos adaptar a tudo o que nos rodeia tem que se lhe diga!
Esta, como a maioria das experiências na vida, não se apresenta fácil e dou por mim a considerar coisas que nunca me passariam pela cabeça...
Quando saí do ninho materno, vim para a minha casinha (seleccionada ao fim de 55 visitas!), que decorei e adaptei a mim ao longo do tempo...
Agora dou por mim de mochila às costas a mudar-me para uma casa que já conheceu outros inquilinos (mais precisamente, inquilinas)... e isso já me incomoda menos que ao início, mas é estranho como dou por mim a lutar contra fantasmas há muito desaparecidos... será de ser (como eu alego) mulher, de signo Leão, de um país do Sul da Europa e ainda para mais insegura?! Será so por isso, ou será que toda a gente numa situação semelhante pensa o mesmo?
Já dei uma reviravolta à casa (de que gosto muito, mas não tanto como da minha claro!), que incluiu 10 sacos de coisas para o lixo e algumas sugestões de mudanças... Mas há barreiras que só o tempo e a aquisição de segurança ultrapassam...
É um misto de sensações... o facto de ter de enfrentar esses fantasmas e o entusiasmo de montar um ninho... e dou por mim a sonhar acordada com o que posso fazer lá e como posso fazer daquela casa também um pouquinho minha...
Gostava de saber descrever as emoções e conflitos interiores tão bem como a Carrie do Sexo e Cidade... talvez assim conseguisse obter mais respostas :)
Se alguém tiver sugestões... fico à espera :)
P.S.= Não deixa de ser

1 comentário:

anichas disse...

hoje ainda não consegui...aparece-me aqui uma nevoa e as amigdalas apertam-se-me...deve ser da constipação:) amanhã concerteza ja estarei melhor..
boa sorte com os espanholitos
muitchos bessos